VOCÊ SEU PIOR CRITICO

Imagina a cena, você está trabalhando e o seu chefe chega e fala assim para você:

Hoje eu vou precisar que você fique um pouco até mais tarde porque eu quero conversar com

você no final do expediente. O que vai passar pela sua cabeça? A primeira ideia que vem na cabeça é:

ferrou, vou ser mandado embora. A segunda ideia, depois de sofrer um pouco, pensando se o que

você vai receber vai dar para pagar as contas, você pensa: há uma possibilidade que eu não seja

mandado embora, mas eu fiz alguma coisa errada, o que foi que eu fiz de errado?

Você pode pensar assim: Claro Damaris que vou pensar essas coisas, eu tenho medo de ser

mandado embora. E isso é normal.

Se eu mudar o cenário e falar assim para você: imagina que você está na sua casa e você

recebe uma mensagem do seu parceiro (a) dizendo que hoje precisa conversar com você!

A ideia que vem na cabeça? O que foi que eu fiz de errado..

Você vai dizer de novo que tem medo porque você preza pelo seu relacionamento e tem medo que acabe..

Mas pense que um amigo seu enviou essa mensagem, você vai pensar: o que foi que eu fiz de errado?

Porque estou falando tudo isso, porque nós seres humanos temos muito medo da crítica do outro,

nós temos muito medo do que o outro está pensando de nós, do que o outro vai dizer do que fizemos

ou deixamos de fazer. Mesmo antes de ouvir a crítica da pessoa, nós já sofremos com isso,

com ansiedade, angústia.

Você pode até dizer que gosta de receber as críticas dos outros, que te ajuda a evoluir, isso é verdade,

mas dizer que você gosta das críticas é uma mentira, você não gosta da crítica, você aprendeu a

transformar essa situação ruim em algo positivo. É mesma coisa quando falamos que gostamos de verduras,

saladas, jiló. Na verdade nós comemos essas coisas porque já aprendemos que faz bem para nosso organismo.

Mas gostar, é aquilo que nos dá prazer, na verdade nós gostamos da pizza, do lanche do sorvete..

Na questão da crítica é a mesma coisa, pode ser que você diga que não se importa mesmo com a

opinião dos outros, que você não liga, mas pode ser que isso seja uma crença sua e pode ser que seja verdade,

que você realmente acha que não se importa com a opinião dos outros, mas se você é humano, você se importa,

você tem medo da crítica, porque? Porque como seres humanos, nós temos necessidades, e uma das

necessidades é a social, que está totalmente ligada com a necessidade de aceitação, de ser querido,

de ser amado, de ser aceito, e logo essas necessidades vão contra coma questão da crítica, porque

a crítica dá a ideia que tem alguma coisa errada e se tem algo errado pode ser que eu não seja aceito.

Porque estou falando isso, porque nós temos medo de receber a crítica do outro porque no

fundo nós somos nosso principal crítico. Para pra pensar, quantas coisas negativas você diz a

seu respeito? Se você erra, pode ser um erro besta, o que você diz a seu respeito? Você fala, está

tudo bem na próxima eu aprendo ou você diz, nossa que cabeçudo, eu não acredito que fiz isso,

porque eu errei? Pensou? É bem provável que você tenha a segunda atitude e não a primeira,

a primeira atitude é a atitude da auto empatia, de olhar com a mentalidade do crescimento e tirar

o aprendizado daquilo que aconteceu. A segunda atitude é a mentalidade da escassez, é a mentalidade fixa,

de enxergarmos apenas o sucesso e o fracasso e quando eu erro eu sou um fracasso. O medo da crítica

do outro, não é o que o outro vai dizer ao meu respeito, é o medo de que vai comprovar aquilo que

eu já penso sobre mim.

Porque a nossa crítica interna é ela que drena a nossa energia, é ela que afeta a nossa auto estima,

é ela que mina o nosso potencial.

Então o que precisamos aprender é pegar leve com nós, principalmente nas críticas e pegar leve

não é dizer que é maravilhoso e perfeito. Nós temos nessa vida para evoluir e pegar leve é nós

aprendermos com nossos erros sem se martirizar por isso.

Tire essa semana para você perceber as coisas negativas que você diz a seu respeito, essas coisas

você não tem noção de como suga as nossas energias, do quanto que acaba com a nossa vitalidade,

e cada vez mais vai passando uma ideia de que somos assim mesmo e que está tudo certo vivermos

em uma mediocridade e isso é viver em uma mentalidade e realidade mediana, sem querer mais pra você.

E não é isso que desejo para você, eu desejo para você bons pensamentos, que você enxergue

onde você precisa melhorar, porque estamos nessa vida para isso, para evoluir, mudar comportamento

e pensamento, entrar em ação, ser corajoso e ter resultado. E eu desejo que você possa principalmente

viver em paz e em plenitude com você mesmo.

Posted by admin
a couple of months ago